People Like Business Shopping

Av. Antônio Diederichsen, 628 - Jardim America, Ribeirão Preto - SP, 14020-240, Brasil

©2019 by People Like Business Shopping. Todos os direitos reservados

Prêmio CEDINE de Responsabilidade Educacional ao Ensino de História da África e dos Povos Africanos no Brasil Ano 2017

November 21, 2017

O Prêmio visa condecorar professores que buscam inserir, por diferentes vias e formatos, a história da África e do Negro no Currículo Escolar do Ensino Médio, objetivando fortalecer as identidades de todos os sujeitos da escola em suas raízes afrodescendentes, possibilitando a aquisição de conhecimento e qualificando o estudante em cidadão ativo.

O Prêmio contou com o apoio da People Like Business Shopping, Navicit e Tel Pop para premiar os ganhadores.

 

REDAÇÃO- Tema "Eu, jovem do Rio de Janeiro, sou racista e intolerante?"

 

 

 

Cultural - Cultura Afro-Brasileira

Carta à Mãe ÁfricaRicardo Viana

 

Ah, mãe África! Como estás?

 

Já se vão quase meio milênio que de seu seio fui extirpado.

 

Ah, mãe, não tive tempo de te mandar notícias. Fora uma viagem longa, amontoados nos tumbeiros, inerte de doer os ossos, pensava o quanto era bom correr livre por tuas savanas.

 

Ah, mãe, durante essa viagem apocalíptica, mais da metade de teus filhos morreram, ora por suicídio, ora jogados ao mar quando se rebelavam ou mesmo de saudades de ti.

 

Mãe, pensamos em orar juntos, mas como uma torre babel, não nos entendíamos. No meu silêncio clamei aos Orixás, mas não me ouviram em meio aquela orquestra dantesca de gemidos.

 

Aqui, mãe, nesta terra iria aprender as coisas da fé, ganhei um nome, já não sou Zumbi, sou Zé da Silva, trocado por açúcar fui moeda viva cunhada à ferro e fogo com a efígie do meu dono e da fé católica.

 

Ah, mãe, nos tiraram a alma, quero dizer, quase perdemos nossa cultura. Submetidos a toda sorte de sofrimentos, muitos dos meus irmãos não viveram por mais de um ano.Num Domingo ensolarado, mãe, uma princesa enviada pelo pai Orixá parecia pôr fim ao nosso suplício, mas não assinou nossa carteira de trabalho, deixando hoje parte de teus filhos do pai Brasil, que ajudamos a crescer, desamparados.

Somos 70% em média de semi-analfabetos, favelados, presidiários entre outras humilhações.

 

Ah, mãe, termino esta pedindo para não esquecer de mandar notícias dos meus irmãos da Etiópia, Somália. Creio que dias melhores virão e viveremos numa verdadeira Democracia Sócio-Racial porque o grito de Zumbi ecoa dentro de nossa esperança... Graças a Jesus, nossa alma - Cultura - sobreviveu.

Axé a todos, mãe!

 

HISTORIA

 

 

CEDINE foi criado em 13 de dezembro de 2001, juntamente com o seu respectivo Fundo pela Lei 3.730 pelo Deputado Edmilson Valentim e homologado pelo então Presidente da ALERJ Deputado Sergio Cabral.

Em 13 de maio de 2003 foi instituído pelo Decreto 33.165, da Governadora Rosinha Garotinho e em 29 de dezembro de 2003, foi publicada a sua primeira composição à luz da Lei e reestruturada com publicação no D.O. do ERJ em 21 de junho de 2007, a saber: 

 

• 06 representantes do Poder Público (Secretarias de Saúde, Educação, Trabalho, Governo, Ciência e Tecnologia, Assistência Social e Direitos Humanos);

• somadas a 18 representantes da Sociedade Civil;

• ABI (Associação Brasileira de Imprensa);

• ACQUILERJ (Associação das Comunidades Quilombolas); 

• ACTERJ (Associação dos Conselhos Tutelares);

• CAPA (Casa do Artista Plástico Afro-brasileiro);

• IPCN (Instituto de Pesquisa da Cultura Negra);

• IPDH (Instituto de Pesquisa de Direitos Humanos); 

• CENIERJ(Conselho Estadual das Entidades Negras do Interior); 

• 03 representações partidárias aonde existam núcleos de defesa dos Afrodescendentes: PMDB, PT e PDT;

• Representação de Universidades: UERJ, Cândido Mendes e Estácio de Sá;

• AMURRJ (Associação de Mulheres da Reta do Rio Grande);

• MARKING (Movimento Martin Luther King);

• COLYMAR(Círculo Olympio Marques);

• FEMNEGRAS (Fórum Estadual das Mulheres Negras);

• Personalidades com trabalhos e serviços prestados à Comunidade Afrodescendente. 


Nessa reestruturação, criamos também o quadro de Presidentes de honra, e também o quadro com 100 (cem) Conselheiros de Honra.

O ato de Posse do CEDINE e a sua Presidência por Paulo Roberto dos Santos Paulão, representante da Secretaria de Estado de Governo, deu-se em 05 de outubro, no Salão Nobre do Palácio Guanabara, cujo Governador Sergio Cabral foi o Primeiro Governante a empossar um Conselho dessa natureza com publicação no D.O. de 08 de outubro 2007.

Nesse ínterim formamos 06 comissões:

1 - da organização do mês da Consciência Negra;
2 - da Lei 10.639/03 de obrigatoriedade do ensino da História da África e a Cultura Afro-brasileira;
3 - da Empregabilidade;
4 - do acompanhamento dos crimes de Racismo;
5 - do Regimento Interno;
6 - de Religiosidade.

As nossas reuniões ordinárias são mensais ou extraordinárias quinzenais ou ainda, conforme urgência dos fatos.

Paulo Roberto dos Santos
Presidente

 

Please reload

Posts Recentes

Please reload

Arquivos

Please reload

Tags

Please reload